Exame Toxicológico para Motoristas CNH C, D ou E

Desde março de 2016, quando entrou em vigor a Lei Federal 13.103 em todo o território nacional, mais conhecida como Lei do Caminhoneiro ou Lei do Motorista, os condutores das categorias C, D e E são obrigados a fazer o exame toxicológico de larga janela de detecção tanto para obtenção, alteração de categoria, como renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A medida também é válida na admissão e desligamento de motoristas das categorias C, D e E contratados no regime CLT.

É importante observar que o exame toxicológico só pode ser realizado em laboratórios devidamente credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

O procedimento para a realização do exame é simples, rápido, indolor e não exige nenhum preparo. O prazo de entrega da Psychemedics é em média  4 dias úteis a partir da chegada do exame para análise.

O que precisa saber sobre o exame toxicológico para motoristas CNH C, D ou E

O exame toxicológico é realizado a partir da coleta de uma pequena amostra de cabelos (mecha fina, mais ou menos da espessura de uma caneta Bic, próximo à raiz); pelos de partes do corpo (peito, pernas, braços, axilas) ou em casos especiais o exame toxicológico pode ser feito através de raspa de unha, colhida por um funcionário treinado do laboratório escolhido.

O exame toxicológico é chamado de ‘larga janela’ porque detecta o uso de substâncias psicoativas (drogas) em um período de 90 dias antes da realização do teste.

O exame toxicológico não exige nenhuma preparação prévia. O uso de produtos como gel, shampoo, condicionador ou tintura não influenciam o resultado do teste.  As amostras são acondicionadas em kits apropriados e enviadas à Psychemedics para análise.

As substâncias avaliadas são: maconha e derivados; cocaína e derivados (crack, merla e outros); anfetaminas (rebites); metanfetaminas (speed, ice  e outros); ecstasy (MDMA e MDA); opiáceos (heroína, morfina, codeína e outros), codeína, femproporex, mazindol, oxicodona e anfepramona. O exame toxicológico não detecta consumo de energéticos, antidepressivos, álcool, anabolizantes, calmantes e similares.

Atenção: O motorista pode acompanhar em tempo real as etapas do seu exame no site  exametoxicologico.com.br/acompanhamento Também poderá optar por receber e-mails ou SMS para verificar o status do seu teste.

Saiba como proceder para atender às exigências da “Lei do Motorista” e obter ou renovar a sua CNH 

Para cumprir o que estabelece a Lei do Caminhoneiro, que obriga a realização de exames toxicológicos de larga janela para motoristas das categorias C, D e E na primeira habilitação ou renovação da CNH, o passo inicial é escolher um dos laboratórios de coleta credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), da rede conveniada da Psychemedics, que esteja próximo do seu endereço.

A busca é simples e rápida. Procure o seu estado e cidade no site exametoxicologico.com.br ou insira o seu CEP para encontrar opções de postos de coleta.

O segundo passo é escolher o posto de coleta. É preciso apresentar documento de identificação com válido com  foto, de preferência CNH ou RG com CPF.

E, finalmente, acompanhar o status do exame em tempo real no site exametoxicologico.com.br/acompanhamento ou ainda por e-mail ou SMS.

Pioneira e líder mundial em exames toxicológicos de larga janela de detecção, a Psychemedics fará a análise de larga janela de detecção da sua amostra, garantindo total segurança no resultado do seu diagnóstico sem falso positivo.

Para facilitar, a Psychemedics insere o laudo do seu exame toxicológico diretamente no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (RENACH), para que você possa dar continuidade ao seu processo de obtenção ou renovação da CNH.

Atenção motorista: se o resultado for positivo, o condutor fica com a habilitação suspensa por três meses e só depois desse prazo pode realizar novo teste.

Saiba por que as amostras de cabelos, pelos ou unhas são mais utilizadas nos exames toxicológicos

O exame toxicológico baseado em amostras de queratina de cabelos, pelos do corpo (pernas, braços e axilas) ou raspa de unhas é mais utilizado devido a sua eficácia na detecção do consumo de substâncias psicoativas por períodos de 90 dias ou mais. Por isso é chamado de exame de larga janela de detecção. Também permite uma coleta mais simples e não invasiva.

Importante destacar que os testes com amostras de unhas são realizados apenas quando o candidato apresenta alopecia universal. Trata-se de um tipo de desordem autoimune, caracterizada pela perda total de cabelo no couro cabeludo e de pelos no corpo, ou de alguma outra condição que o impossibilite de doar amostra de cabelo ou pelos.

Existem também exames toxicológicos feitos a partir de amostras de fluídos corporais, como sangue e urina, por exemplo, cuja janela de detecção é curta.

Por este motivo, não atendem às exigências da Lei 13.103, também conhecida como Lei do Motorista, que torna obrigatório aos condutores das categorias C, D e E, na renovação da CNH, a realizar o exame toxicológico de larga janela de detecção.

Conheça a importância da descontaminação eficaz das amostras de cabelos no exame toxicológico

A confiabilidade e eficácia do exame toxicológico de larga janela, realizado em laboratórios credenciados pelo DENATRAN, em obediência à Lei 13.103, é de total importância para os motoristas das categorias C, D e E que são obrigados a se submeter ao teste para obtenção ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O teste também é obrigatório na admissão e desligamento de motoristas das categorias C, D e E contratados no regime CLT.

Embora o procedimento da coleta seja simples, indolor e sem a necessidade de qualquer preparo, o processo de análise do material colhido exige metodologia altamente confiável e científica para garantir a fidelidade do diagnóstico.

Um erro no exame toxicológico, o chamado ‘falso positivo’, pode colocar em dúvida a integridade do candidato.lt="exame-toxicologico-CNH"/>Portanto, trata-se de uma garantia importante de que o motorista está apto a dirigir, seguindo as normas de trânsito com plena capacidade motora e cognitiva, evitando situações de risco e danos a terceiros.

Uma etapa prévia do processo de análise, portanto, é a descontaminação da amostra para eliminar a possibilidade de que o resultado seja influenciado por substâncias ilícitas depositadas na superfície do cabelo. Para ser precisa, a análise deve apenas avaliar as substâncias presentes no interior do fio de cabelo pela ingestão de drogas.

A Psychemedics é a única empresa no mundo que utiliza uma metodologia de descontaminação validada pelo Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos, popularmente conhecido pela sigla FBI. A tecnologia foi desenvolvida ao longo de 30 anos de pesquisas e análises de milhares de amostras de usuários de drogas.

Acompanhe em nosso site e entenda mais a respeito do exame toxicológico exigido pelo DENATRAN para motoristas CNH C, D ou E.

Dúvidas entre em contato com a Psychemedics Brasil Exames Toxicológico ligando de todo o Brasil sem DDD para  3003-5411

Exame toxicológico para motorista CNH C, D ou E

 

 

Como funciona

Assunto
Nome do Artigo
Exame Toxicológico para Motoristas CNH C, D ou E
Descrição
Obtenha informações sobre o exame toxicológico para renovação de CNH C, D ou E
Autor
Nome do Publicador
Psychemedics Brasil Exames Toxicológios
Foto do Publicador