Informações sobre o exame toxicológico

Você sabe todas as informações sobre o exame toxicológico CNH? Nesta página você encontrará todas as informações sobre o exame toxicológico CNH. Tudo o que você precisa saber para ficar tranquilo:

O que é exame toxicológico para CNH

A Lei Federal 13.103 , mais conhecida como Lei do Caminhoneiro ou Lei do Motorista, obriga todos os condutores das categorias C, D e E a realizarem o exame toxicológico para CNH nas seguintes ocasiões:

  • obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH;
  • alteração de categoria da CNH;
  • renovação da CNH;
  • e a cada 2 anos e 6 meses (segundo a nova lei federal nº 14.071/20, que institui o Toxicológico Periódico).

A Lei do Caminhoneiro é válida em todo o Brasil desde Março de 2016. Em 2017, a obrigatoriedade do exame toxicológico de larga janela de detecção, passou a vigorar também para os casos de admissão e desligamento de motoristas profissionais das categorias C, D e E; contratados no regime CLT. Vale ainda destacar uma informação importante sobre o exame toxicológico CNH :

O exame toxicológico só pode ser realizado em laboratórios devidamente credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

O que é Toxicológico Periódico (Exame a cada 2 anos e 6 meses)?

O termo “Toxicológico Periódico”, foi instituído pelo DENATRAN para referir-se ao Exame Toxicológico a cada 2 anos e 6 meses (30 meses), estabelecido pela Lei Federal nº 14.071/20, que alterou diversos pontos do Código de Trânsito Brasileiro, incluindo as regras do exame toxicológico.

Dessa maneira, segundo a lei 14.071, todos os motoristas habilitados na CNHs C, D ou E, com idade inferior a 70 anos, deverão obrigatoriamente realizar o exame a cada 30 meses (2 anos e 6 meses).

Determinada regra está vigente desde o dia 12 de abril de 2021, além de também já estar regulamentada pela Resolução 843/2021 do CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito.

Veja mais detalhes sobre o Toxicológico Periódico (Exame dos 2 anos e 6 meses)

Para que serve o exame toxicológico para CNH

O exame toxicológico para CNH também tem como objetivo identificar o consumo de drogas em um período de 90 dias, para testes realizados em cabelos ou de 180 dias para pelos. Essa ação visa acabar com o uso de substâncias químicas e da imprudência dos motoristas nas ruas e estradas, proporcionando dessa maneira mais segurança a sociedade.

O procedimento para a realização do teste toxicológico é simples, rápido, indolor e não exige nenhum preparo. O prazo de entrega da Toxicologia Pardini é em média 25 dias corridos a partir da chegada do exame para análise.

Como é feito o exame toxicológico

O exame toxicológico é realizado a partir da coleta de uma pequena amostra de cabelos.

Por meio da análise de fina mecha de cabelo (que tenha mais ou menos da espessura de uma caneta); ou de pelos corporais (peito, pernas, braços, axilas), pode-se detectar substâncias consumidas até 180 dias antes do exame.

O coletor deve cortar o belo próximo à raiz.

Em casos especiais o exame toxicológico pode ser feito através da análise da amostra de unha.

Este tipo de procedimento, entretanto, é realizado somente quando é impossível coletar qualquer outro tipo de material por consequência genética ou de enfermidade.

O exame toxicológico é chamado de “larga janela” porque detecta o uso de substâncias psicoativas (drogas) em um período de 90 dias antes da realização do teste. Para saber detalhadamente como fazer o exame toxicológico, confira o passo a passo de como é feito o exame toxicológico.

Preparação necessária

Certamente uma das informações sobre exame toxicológico CNH mais buscadas pelos motoristas é sobre a preparação necessária para o exame.

O exame toxicológico não exige nenhuma preparação prévia. O uso de produtos como gel, shampoo, condicionador ou tintura não influenciam o resultado do teste.

As amostras são acondicionadas em kits apropriados e enviadas à Toxicologia Pardini para análise.

Pede-se apenas que o cabelo não esteja molhado no momento da coleta.

Caso ainda necessite de mais informações sobre a preparação, veja quais são as recomendações para o exame toxicológico.

Substâncias detectadas

As substâncias detectadas no exame toxicológico CNH são:

  • Maconha e derivados;
  • Cocaína e derivados (crack, merla e outros);
  • Anfetaminas (rebites);
  • Metanfetaminas (speed, ice e outros);
  • Ecstasy (MDMA e MDA);
  • Opiáceos (heroína, morfina, codeína e outros);
  • Codeína, femproporex, mazindol, oxicodona e anfepramona.

O exame toxicológico não detecta consumo de energéticos, antidepressivos, álcool, anabolizantes, calmantes e similares.

Veja também a lista completa de drogas não pesquisadas no teste de drogas.

Acompanhamento do resultado

Acompanhe seu exame toxicológico CNH em tempo real e obtenha mais informações sobre o resultado da análise.

O motorista também pode optar por receber o status do seu exame toxicológico por e-mail ou SMS.

Como comprar seu exame toxicológico para atender a “Lei do Motorista”

Para cumprir o que estabelece a “Lei do Motorista“, que determina a realização de exames toxicológicos de larga janela para motoristas das categorias C, D e E da CNH, o passo inicial é escolher um dos laboratórios de coleta. O laboratório de coleta deve ser parceiro de um laboratório toxicológico credenciado pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

A Toxicologia Pardini tem uma rede de mais de 4.500 laboratórios em todo o Brasil.

Encontre o laboratório mais próximo do seu endereço, de forma simples e rápida.

O segundo passo é escolher o posto de coleta. É preciso apresentar documento de identificação válido com foto, de preferência CNH ou RG com CPF. E, finalmente, acompanhar o status do exame em tempo real na página de acompanhamento ou ainda por e-mail ou SMS.

Prazo para emissão do resultado

O resultado do exame toxicológico, em caso negativo, ou seja, quando não for detectado consumo de substância psicoativa, sai em aproximadamente 25 dias corridos, a partir do momento em que a amostra chega na Toxicologia Pardini em São Paulo.

Este resultado pode variar, dependendo da região onde foi realizada a coleta, entretanto, cumprimos o prazo de entrega do resultado estabelecido por lei.

Quando é encontrado algum vestígio de substância, o processo de análise é sempre refeito para garantir uma checagem ainda mais minuciosa e segura, sem que haja chance de algum tipo de equívoco na análise, e portanto, o prazo também pode ter uma pequena variação em casos de resultado positivo.

ATENÇÃO

Há alguns fatores que podem influenciar no prazo final da entrega do resultado do seu exame toxicológico, entretanto, nenhum fator impacta o prazo de forma significativa. Se o prazo para o recebimento do resultado do exame toxicológico se estender por um ou dois dias, não significa necessariamente que o resultado do seu exame toxicológico tenha sido positivo para alguma substância.
Lembre-se, o exame toxicológico é um procedimento altamente confiável e prezamos pela veracidade dos laudos emitidos, por esta razão, nosso processo analítico é realizado com base em metodologias científicas, pautadas na excelência.

Confira também: Qual a validade do exame toxicológico?

Sobre a Toxicologia Pardini

Pioneira e líder mundial em exames toxicológicos de larga janela de detecção, a Toxicologia Pardini é responsável pela análise de larga janela de detecção da sua amostra. O pioneirismo e inovação da Toxicologia Pardini garante total segurança no resultado do exame toxicológico CNH sem ‘falso positivo’.

Para facilitar o processo de renovação da sua CNH, a Toxicologia Pardini insere o laudo do seu exame toxicológico diretamente no Registro Nacional da Carteira de Habilitação (RENACH). Assim você pode dar continuidade ao seu processo de obtenção ou renovação da CNH no DETRAN.

ATENÇÃO MOTORISTA

Se o resultado for positivo, o condutor fica com a habilitação suspensa por três meses e só depois desse prazo pode realizar novo teste.

Por que utilizar cabelo ou pelo no exame toxicológico

O exame toxicológico é baseado em amostras de queratina de cabelos, pelos do corpo (pernas, braços e axilas) ou amostra de unhas. Este método é o mais confiável devido sua eficácia na detecção do consumo de substâncias psicoativas.

O exame toxicológico analisa as amostras buscando por substâncias consumidas nos últimos 90 dias, no caso da análise do cabelo, e 180 dias no caso de pelos. Por conseguir analisar o consumo de substâncias de um longo período é chamado de exame de larga janela de detecção. A coleta de amostra do material analisado no exame toxicológico é mais simples e não invasiva.

Veja também sobre o tempo de detecção de drogas do exame toxicológico.

Importante destacar que os testes toxicológicos com amostras de unhas são realizados apenas quando o candidato apresenta alopecia universal, ou alguma outra condição que o impossibilite de doar amostra de cabelo ou pelos. A alopecia universal é uma desordem autoimune, caracterizada pela perda total de cabelo no couro cabeludo e de pelos no corpo.

Vale lembra que os exames toxicológicos feitos a partir de amostras de fluídos corporais, como sangue e urina, por exemplo, não são aceitos no processo de renovação da CNH. A janela de detecção de outros métodos de exame toxicológico (sangue/urina) são muito curtas e não atendem às exigências da Lei 13.103 (Lei do Motorista).

A importância da descontaminação das amostras para evitar resultado “falso positivo”

A confiabilidade e eficácia do exame toxicológico de larga janela é extremamente importante para os motoristas das categorias C, D ou E que são obrigados a se submeter para obtenção ou renovação da CNH. Por esta razão o exame toxicológico é realizado somente em laboratórios credenciados pelo DENATRAN, em obediência à Lei 13.103.

O teste toxicológico também é obrigatório na admissão e desligamento de motoristas das categorias C, D e E contratados no regime CLT. O procedimento da coleta é simples, indolor e sem a necessidade de qualquer preparação. O exame toxicológico utiliza uma metodologia analítica, altamente confiável, apoiado em tecnologia de ponta, para garantir a fidelidade do diagnóstico.

O exame toxicológico CNH é uma forma de assegurar que o motorista está apto a dirigir, seguindo as normas de trânsito, com plena capacidade motora e cognitiva, evitando situações de risco e danos a terceiros. Entretanto, a ocorrência de erro no exame toxicológico, o chamado “falso positivo”, pode colocar em dúvida a integridade do motorista.

Uma etapa prévia ao processo de análise é a descontaminação da amostra. Neste processo a amostra passa por um extenso ciclo de lavagens para eliminar qualquer possibilidade de que o resultado seja influenciado por contato externo com substâncias depositadas na superfície do cabelo. Para ser precisa, a análise deve apenas avaliar as substâncias presentes no interior do fio de cabelo pela ingestão de drogas.

Tecnologia à serviço da segurança

A Toxicologia Pardini é uma empresa do Grupo Pardini, maior empresa do mercado toxicológico no Brasil, especializada em exames toxicológicos de larga janela de detecção. Acompanhe em nosso site e entenda mais a respeito do exame toxicológico exigido pelo DENATRAN para motoristas CNH C, D ou E.

Anotou todas as informações sobre o exame toxicológico CNH? Continue sua leitura para saber tudo sobre o exame toxicológico e sobre a Toxicologia Pardini.

Se tiver alguma dúvida ou precisa de qualquer ajuda, conte com a Toxicologia Pardini! Entre em contato pelos canais abaixo:

3003-1166 (sem DDD de todo o Brasil)
email@toxicologiapardini.com.br
(11) 9 9987-4780
Toxicologia Pardini

exametoxicologico.com.br é classificado em 4.77 de 5 com base em 5739 avaliações