Teste COVID – Saiba as principais Informações sobre Covid 19

Confira as principais informações sobre a Covid 19, atualizadas frequentemente em nossa página. Veja também as últimas notícias sobre o coronavírus, as perguntas mais frequentes e os testes disponíveis para empresas.

Última Atualização em: 16/03/2020 às 19h51

Com o crescente casos da doença COVID 19 no Brasil, é comum as pessoas buscarem teste covid para saberem se estão possivelmente contaminadas ou não pelo vírus Sars-CoV-2.

Porém, diversas pessoas ainda não sabem como e onde é feito tais teste de coronavírus, e se existem outras alternativas além de ir nos hospitais ou posto de saúde da cidade para realizar tal teste covid.

E por essa razão, para esclarecermos todas essas dúvidas, elaboramos esse conteúdo especial para você saber tudo sobre o Teste COVID, sobre como é feito os testes de coronavírus nos laboratórios, onde é possível realizar o exame de covid, prazo do resultado, valores, entre outras informações relevantes. Confira a seguir:

O que é Coronavírus ou Covid 19?
Sintomas provocados pela Covid 19?
Como a Covid 19 é transmitida e como se prevenir?
Vacinas em desenvolvimento para o combate da Covid 19
Plano de flexibilização nos estados
Teste Covid para empresas
Certificado de Testagem em SP
Principais dúvidas sobre a Covid 19

Teste COVID para empresas

www.gestaocovid.com.br

A Toxicologia Pardini, em parceria com o Grupo Hermes Pardini, desenvolveu um portal para auxiliar as empresas durante a COVID 19, com as melhores práticas corporativas de gestão da crise COVID 19, oferecendo desde testes covid à modelos customizados de gestão para gerenciamento de crise.

Acesse nosso portal e conheça nossos testes Covid e soluções corporativas:

O que é Coronavírus ou Covid 19?

Células do coronavírus na corrente sanguínea.

O Coronavírus faz parte de uma família de vírus (Coronaviridae) que provoca infecções respiratórias em humanos, desde simples resfriados, a casos mais graves, como a Síndrome Aguda Respiratória Severa (SARS), ocorrida entre 2002 e 2003, ou a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), de 2012.

No caso do Novo Coronavírus, responsável pela pandemia de Covid 19, faz parte de uma nova variante da família de vírus – (Sars-CoV-2). Essa nova cepa do coronavírus foi descoberta no final de 2019, após os primeiros casos serem registrados na província de Wuhan, na China.

Dessa forma, a OMS nomeou esta nova cepa do coronavírus de Sars-Cov-2, e denominou a doença provocada por esse vírus como Covid 19.

Sintomas provocados pela Covid 19

Sintomas da COVID-19

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas mais comuns da Covid 19 são:

  • Febre
  • Cansaço
  • Tosse seca
  • Perda de paladar e olfato

Há ainda relatos de pessoas que contraíram a Covid 19 e apresentaram sintomas menos comuns, como:

  • Coriza (Congestão Nasal)
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta
  • Dores no corpo
  • Náusea
  • Diarreia
  • Vômito
  • Descoloração dos dedos das mãos ou dos pés
  • Dificuldade para respirar

Segundo a OMS, esses sintomas geralmente são leves e começam gradualmente. Algumas pessoas são infectadas, mas apresentam apenas sintomas leves.

Confira também o gráfico abaixo do Governo do Paraná sobre as diferenças entre Coronavírus (Covid 19), Resfriado e Gripe.

Governo do Paraná

Como a Covid 19 é transmitida e como se prevenir?

De acordo com a OMS e o Ministério da Saúde, a transmissão da Covid 19 acontece de uma pessoa doente para outra, ou por contato próximo, como:

  • Aperto de mãos
  • Gotículas de saliva (pela fala, por exemplo)
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, entre outros, em seguida de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vale destacar um aviso importante: Segundo a OMS, a Covid 19 pode ser transmitida mesmo sem as pessoas apresentarem os sintomas da doença (no caso de pessoas assintomáticas, por exemplo).

Dessa forma, é recomendado seguir alguns protocolos de prevenção, como a:

  • Correta e frequente higienização das mãos, seja por água ou sabão ou por álcool gel;
  • Manter uma distância mínima de 1,5m;
  • Uso de máscaras ao sair de casa;
  • Realizar o distanciamento e isolamento social;
  • Limpar superfície e objetos que precisam de contato ao sair de casa, como celulares, por exemplo;
  • Evite toques de mão, beijos e/ou abraços;
  • Não dividir objetos de uso pessoal.

Válido lembrar também que diversas empresas estão adotando protocolos de prevenção contra a COVID 19, de acordo com o setor e o grau de exposição de seus colaboradores.

Vacinas em desenvolvimento para o combate da Covid 19

Pesquisa de vacina para COVID-19

Diante da falta de medicamentos eficazes para o tratamento da doença, diversas empresas, universidades, institutos e farmacêuticas ao redor do mundo estão procurando uma cura para a Covid 19, em uma verdadeira corrida global para combater o novo coronavírus.

Segundo a OMS, boa parte das vacinas em desenvolvimento já estão em fase de testes em humanos, apresentando resultados promissores de imunização contra a Covid 19.

Dentre as principais organizações que estão pesquisando a vacina, estão:

  • AstraZeneca: Farmacêutica britânica, que têm desenvolvido a vacina em parceria com a Universidade de Oxford;
  • BioNTech: Empresa de biotecnologia alemã, que têm desenvolvido a vacina em parceria em com farmacêutica Pfizer;
  • Sinovac Biotech: Empresa biofarmacêutica de origem chinesa.

Vale lembrar que há outras vacinas em desenvolvimento, porém, estas são as que divulgaram resultados mais promissores até o momento. A lista poderá ser atualizada no decorrer do tempo.

Como é a produção de uma vacina?

Para que seja possível produzir uma vacina efetiva e com uma alta taxa de sucesso, os pesquisadores precisam passar por diversas etapas rigorosas,  percorrendo diversos processos para testar a segurança e a resposta imune. 

Dessa forma, na primeira etapa, é necessário primeiro realizar uma pesquisa básica, para levantar informações sobre qual tipo de vacina pode ser realizada. Ou seja, há uma fase exploratória, com pesquisa e identificação de moléculas promissoras.

Na segunda etapa, após a pesquisa exploratória, segue para os testes pré-clínicos, que podem ser realizadas in vitro ou em organismo vivos, como em animais, para assegurar e demonstrar a efetividade do produto. 

Após passar pela pesquisa exploratória e pela fase pré clínica, chega a terceira etapa, denominada como fase clínica, na qual é realizado testes em humanos, sendo dividida em três momentos:

  • Fase 1: avaliação preliminar com poucos voluntários adultos monitorados de perto;
  • Fase 2: testes em centenas de participantes que indicam informações sobre doses e horários que serão usados na próxima fase. Pacientes são escolhidos de forma aleatória e são bem controlados;
  • Fase 3: ensaio em larga escala (com milhares de indivíduos) que precisa fornecer uma avaliação definitiva da eficácia/segurança e prever eventos adversos; só então há um registro sanitário.

Só depois da obtenção do registro sanitário é possível distribuir a vacina para a população.

As vacinas listadas acima, como da AstraZeneca, BioNTech e da SinoVac por exemplo, todas elas se encontram na 3 etapa do processo, e na fase 3 de testes em humanos, que é a testagem em massa de centenas de voluntários, para comprovar a eficácia da vacina.

Segundo o que as empresas farmacêuticas e o Ministério da Saúde tem anunciado, é possível que a vacina fique pronta para distribuição em dezembro de 2020, tendo a vacina total da população até o metade do ano de 2021.

Plano de flexibilização nos estados

Em diversos estados do brasil, o plano para retomar as atividades econômicas já estão em ação, com cada estado seguindo diretrizes e protocolos de saúde e segurança prevista por especialistas.

Segundo o levantamento feito pela Agência Brasil, cerca de 18 estados já publicaram medidas que permitem a flexibilização das normas que foram adotadas inicialmente. Em pelo menos 14 regiões do brasil, as medidas já estão em vigor.

Protocolos de flexibilização

Clique no nome de cada estado para conferir o seu protocolo de flexibilização:

Teste Covid para empresas

Aplicação de testes de COVID-19

Os testes de diagnóstico para COVID-19 se destacaram na atual pandemia de coronavírus como uma ferramenta essencial para diagnosticar e rastrear a propagação da doença. 

No entanto, tendo em vista a escassez de Teste Covid para empresas, laboratórios públicos e privados têm investido cada vez mais na produção de diagnósticos precisos para detectar o novo coronavírus (Covid-19).

Por essa razão, a Toxicologia Pardini em parceria com o Grupo Hermes Pardini, começaram a disponibilizar os principais teste COVID para as empresas, sendo eles o Teste Covid – RT PCR e Teste Sorológico IgG.

Na Toxicologia Pardini,  oferecemos toda nossa expertise na aplicação e análise de testes para detecção do COVID-19. Cuidamos de toda a cadeia produtiva dos exames COVID: desde o fornecimento dos kits de teste, distribuição, coleta dos exames, análise e entrega do resultado, com laudo autenticado.

Além disso, os testes COVID do Grupo Pardini contam com tecnologia de ponta e emprego de metodologias reconhecidas pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

Teste COVID – RT-PCR

Teste de covid-19 molecular RT-PCR

Para as pessoas que começarem a apresentar os sintomas iniciais do vírus Sars-CoV-2, causador da doença COVID 19, é recomendado realizar o exame de covid molecular RT-PCR, sendo indicado para pacientes sintomáticos na fase aguda e para avaliação de retorno ao trabalho de profissionais da saúde.

O RT-PCR (transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase) é um método laboratorial de biologia molecular que utiliza a enzima transcriptase reserva, para transformar o RNA do vírus em DNA complementar (cDNA) e é usada principalmente para medir a quantidade de um RNA específico.

Para as pessoas que começarem a apresentar os sintomas iniciais do vírus Sars-CoV-2, causador da doença COVID 19, é recomendado realizar o exame de covid molecular RT-PCR, sendo indicado para pacientes sintomáticos na fase aguda e para avaliação de retorno ao trabalho de profissionais da saúde.

O exame de covid é feito em material coletado do nariz por meio de técnicas de biologia molecular (RT-PCR) para o diagnóstico de infecção por Coronavírus, sendo recomendado ser feita essa coleta até o 14º dia de sintomas, sendo mais eficaz preferencialmente entre o 3º ao 5 dia.

Leia mais sobre o Teste Covid – PCR

Teste COVID de Sorologia  Anticorpos Anti-Sars-Cov-2 IgG

Teste de covid-19 por sorologia

A fim de conseguir diagnosticar se uma pessoa tem o Coronavírus (COVID 19), com sintomas preferencialmente a mais de 14 dias, é recomendado realizar o exame covid de sorologia – Anticorpos Anti-Sars-CoV-2 IgG sendo indicado para:

  • Avaliação tardia de soroconversão em pacientes com COVID 19 confirmada ou suspeita;
  • Avaliação da resposta imune em indivíduos expostos ao Sars-CoV-2;
  • Estudos epidemiológicos.

exame covid sorológico é baseado na sorologia, um conceito utilizado especialmente no campo da medicina que se refere a um exame de laboratório efetuado para comprovar a presença de anticorpos no sangue, ou seja, determinar concretamente sua presença.

O exame de covid sorológico também pode ser usado para identificar a presença (ou revelar a ausência) de anticorpos relacionados a um patógeno no sangue do paciente e a presença do próprio patógeno (vírus, bactéria, protozoário, etc).

Para realizar o teste covid sorológico IgG, é necessário coletar uma amostra de sangue, preferencialmente após 20 dias de sintomas ou exposição, para que se possa ser utilizado para a detecção qualitativa de anticorpos IgG contra o Sars-CoV-2 em soro e plasma humanos.

A metodologia utilizada para o teste sorológico IgG é o imunoensaio de micropartículas por quimioluminescência (CMIA).

Leia mais sobre o Teste Covid Sorológico – IgG

Certificado de Testagem em SP

O Governo de São Paulo anunciou no mês passado (Junho) a criação do Certificado de Testagem, que tem como objetivo reconhecer através da certificação de testes covid-19 – empresas que elaboraram programas de testagem em massa em todo o estado de São Paulo.

O programa de certificado de testagem para empresas visa incentivar a adesão da iniciativa privada à testagem, visto que os testes de covid são comprovadamente uma das ferramentas fundamentais para a contenção da pandemia do coronavírus.

O regulamento e formulários de inscrição para o programa de certificado de testagem para negócios, poderá ser acessada a partir do hotsite de Coronavírus do Governo do Estado de São Paulo, ou então, através do Website do ICOS. Lembrando que as inscrições já podem ser realizadas.

Para saber mais informações a respeito do Certificado de Testagem em SP, acesse: Certificado de Testagem em SP

Principais dúvidas sobre a Covid 19

Teste Covid 19 nas farmácias: É confiável?

Como outra opção, muitas pessoas procuram realizar os teste covid 19 nas farmácias, para diagnosticar se estão com a doença ou não. No entanto, algumas outras questionam a respeito da eficácia e a confiabilidade dos exames covid nesses lugares, permanecendo com a seguinte dúvida: Afinal, vale a pena confiar nos resultados dos teste covid 19 nas farmácias?

Primeiro, é necessário destacar que, boa parte dos teste covid 19 nas farmácias são dos modelos rápidos. Isso significa que são exames que não precisam ser encaminhados ao laboratório para indicar um resultado positivo ou negativo, tendo o seu diagnóstico exibido em alguns minutos, dependendo da fabricante (Entre 10 a 30 minutos).

Os teste covid 19 nas farmácias autorizado pela Anvisa diz respeito ao Sorológico IgM e IgG. Esse tipo de teste rápido só pode exibir um diagnóstico se a pessoa já teve contato com o vírus e desenvolveu anticorpos em número detectável, sendo geralmente identificado a partir do 12º dia de infecção.

Saiba mais sobre a confiabilidade dos teste covid 19 nas farmácias.

Como fazer o teste Covid 19?

O Teste Covid 19 poderá ser realizado pelo Grupo Pardini, através do nosso site: Gestão COVID, bastando entrar em Contato via Chat, pelo nosso Número de Telefone ou nos Enviando um Formulário.

Na coleta, para fazer o Teste RT PCR, é preciso obter amostras de secreções respiratórias, que deverá ser coletada na região do nariz (nasofaringe) ou da garganta (orofaringe), com uma “Swab”, que é especificamente um cotonete comprido, que permite atingir o fundo da cavidade nasal ou da garganta. 

Já o Teste Sorológico Covid – IgG, é necessário obter amostras de sangue (soro), para que esse material seja encaminhado ao laboratório para avaliar a presença de anticorpos IgG no sangue.

exametoxicologico.com.br é classificado em 4.78 de 5 com base em 6059 avaliações