Portaria amplia aplicação dos Exames Toxicológicos para Militares

Exames Toxicológicos para Militares - Toxicologia Pardini

Portaria estabelece as medidas de prevenção ao uso indevido de substâncias psicoativas ilícitas nas Forças Armadas

O ministro de Estado da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, determinou, em PORTARIA GM-MD nº 3.795, publicada em 11 de julho de 2022 no Diário Oficial da União, a submissão ao exame toxicológico de larga janela dos militares da ativa, inativa prestadores de Tarefa por Tempo Certo – atividade relacionada à gestão de pessoal – e candidatos à carreira militar.  

Por meio do documento, o Ministro Paulo Sergio Nogueira determina que as Forças Armadas realizarão campanhas educativas para conscientizar sobre o uso de substâncias psicoativas. “Esclarecendo sobre os efeitos nocivos no ser humano e os tipos de ações que são praticadas sob seu efeito.” 

A portaria enfatiza ainda que o exame toxicológico, no caso dos candidatos, será custeado pelos próprios postulantes à carreira militar.  

Leia mais sobre o Exame Toxicológico para Militares e tire suas dúvidas: 

Quais as substâncias detectadas no Exame Toxicológico para Militares?

As substâncias proibidas podem ser consultadas na Lista F do Anexo I da Portaria nº 344, de 12 de maio de 1998, da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, que aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. 

Quais as consequências para os militares que tenham exame toxicológico com resultado positivo?

A detecção de qualquer uma das substâncias psicoativas ilícitas, eliminará o candidato para o ingresso nas Forças Armadas.  

Já o militar da ativa que testar positivo no exame toxicológico será afastado de suas atividades e encaminhado para unidade de saúde para prescrição de tratamento médico até ser liberado em nova inspeção de saúde.  

O militar da reserva prestador de Tarefa por Tempo Certo será dispensado de suas atividades e submetido a tratamento médico. 

Quando o militar deverá realizar o Exame Toxicológico

A Portaria determina que os Militares realizam o Exame Toxicológico quando: 

  • Direcionados, em caso de alterações clínicas que justifiquem o exame ou quando houver indícios de uso de substâncias psicoativas ilícitas 
  • E também por amostragem, realizados por sorteio ou escalas. 

Validade do Exame Toxicológico para Militares

O resultado do exame toxicológico a ser apresentado pelos militares deverá ter sido realizado a no máximo 60 dias, com janela de detecção mínima de 90 dias, conforme determina a Portaria 3.795/22. 

Existirá penalidade caso o Militar não se submeta ao Exame Toxicológico quando solicitado?

Quem se negar a realizar o exame será afastado de suas funções e encaminhado para inspeção de saúde, podendo sofrer sanções disciplinares previstas ao descumprimento de ordens. 

Se tiver alguma dúvida ou precisa de qualquer ajuda, conte com a Toxicologia Pardini! Entre em contato pelos canais abaixo:

3003-1166 (sem DDD de todo o Brasil)
(11) 94589-0504
Toxicologia Pardini
Logo Opiniões Verificadas

exametoxicologico.com.br é classificado em 4.78 de 5 com base em 10735 avaliações