Ansiolíticos: Para que servem, efeitos, riscos e opções naturais

ansiolíticos - exame toxicológico

Ansiolíticos são medicamentos que atuam na inibição da anormal atividade elétrica cerebral e que só podem ser consumidos quando há supervisão médica. Considerados de tarja preta, são potentes e de rápida ação, porém também apresentam muitos riscos para os pacientes.

Quando os ansiolíticos são usados em maiores quantidades e em um período de tempo além do necessário, podem causar dependência ou piora no quadro da depressão. Confira abaixo as respostas para as principais dúvidas que os pacientes costumam ter sobre os ansiolíticos.

O que são ansiolíticos

Ansiolíticos são remédios que fazem parte de uma classe de medicamentos que atuam na diminuição da ansiedade e da tensão, pois apresentam efeito calmante. Descobertos por volta dos anos 50, interagem com receptores no cérebro que inibem a atividade das células, levando o paciente ao relaxamento. 

Geralmente, são encontrados em forma de gotas ou em comprimidos que podem ser consumidos via oral ou sublingual. Também são popularmente conhecidos como calmantes e tranquilizantes. Vale reforçar que só podem ser adquiridos mediante a apresentação de receita médica, que deve ser retida pela farmácia.

Para que servem os ansiolíticos e para quem são indicados?

O efeito ansiolítico não serve para tratar o problema ou a doença propriamente dita. Na verdade, ele age combatendo os sintomas apresentados pelo paciente, assim como um analgésico age no combate da dor. 

Com orientação médica e prudência, esses medicamentos podem auxiliar na diminuição da ansiedade e do estresse, no relaxamento dos músculos e na redução do “estado de alerta” constante.

Os ansiolíticos podem ser indicados para pacientes diagnosticados com:

  • Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG);
  • Depressão;
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC);
  • Transtorno de Estresse Pós-Traumático;
  • Insônia;
  • Epilepsia;
  • Síndrome de Abstinência Alcoólica;
  • Síndrome do Pânico.  

Efeitos colaterais dos ansiolíticos

Os ansiolíticos são utilizados há anos pela medicina, porém podem apresentar diversos riscos à saúde do paciente quando utilizados de forma inadequada, com doses excessivas ou com muita frequência. Doses combinadas a outros determinados medicamentos ou com álcool podem levar à morte.

Entre os principais efeitos colaterais dos ansiolíticos estão:

  • Cansaço;
  • Sonolência;
  • Confusão mental; 
  • Amnésia;
  • Tremor nas mãos;
  • Alucinações;
  • Dor de cabeça;
  • Peles e olhos amarelados;
  • Dificuldade para respirar;
  • Alteração na capacidade motora;
  • Alteração de memória;
  • Perda de equilíbrio;
  • Irritabilidade;
  • Náuseas.

Quais são os ansiolíticos mais usados?

Existem diversos ansiolíticos disponíveis nas farmácias, sendo que os mais comuns são:

  • Alprazolam;
  • Bromazepam;
  • Clonazepam;
  • Diazepam;
  • Estazolam;
  • Lorazepam;
  • Midazolam;
  • Nitrazepam.

Ansiolíticos naturais: quais são as alternativas?

Apesar das versões sintéticas dos ansiolíticos estarem sendo cada vez mais utilizadas, também é possível encontrar este mesmo efeito em “medicamentos” naturais como chás ou determinados alimentos. Alguns dos ansiolíticos fitoterápicos mais usados são: 

  • Valeriana;
  • Passiflora;
  • Camomila;
  • Lúpulo;
  • Erva cidreira.

O efeito ansiolítico também pode ser encontrado em alimentos como banana, peixes, grão de bico e chocolate, que são ricos em triptofano e elevam a sensação de bem-estar graças à produção de serotonina que estimulam no organismo. 

Quais são os riscos do uso de ansiolíticos para motoristas?

Por serem medicamentos de efeito calmante, é normal que o uso de ansiolíticos cause sonolência ou até mesmo uma espécie de sedação ou amnésia no paciente, o que pode reduzir sua capacidade de concentração e até mesmo sua força muscular

Diante disso, o paciente deve ser alertado sobre o risco da realização de atividades que exigem atenção e que podem acarretar em algum tipo de acidente, como no caso de caminhoneiros e motoristas que dirigem em vias públicas ou de trabalhadores que atuam na operação de máquinas.

Principais dúvidas:

Apesar de estarem cada vez mais em pauta na nossa sociedade ansiosa, os ansiolíticos ainda geram dúvidas nos pacientes que nunca fizeram o uso desse tipo de medicação. Confira abaixo as respostas para outras perguntas sobre os ansiolíticos que você ainda pode ter.

Qual a diferença entre ansiolítico e antidepressivo? 

Ao contrário do que algumas pessoas podem acreditar, ansiolíticos são diferentes de antidepressivos. De forma resumida, os ansiolíticos são utilizados no tratamento de sintomas associados à síndrome da ansiedade, enquanto os antidepressivos são utilizados para elevar o humor.

Os ansiolíticos atuam como depressores do sistema nervoso central em receptores conhecidos como GABA e os antidepressivos regulam mensageiros químicos cerebrais que vão atuar na regulação do humor, do sono e do apetite. 

Qual a diferença entre calmante e ansiolítico?

“Calmante” é o termo mais conhecido para nomear os ansiolíticos, logo, ambos são a mesma coisa. 

Os ansiolíticos precisam de receita?

Sim, os ansiolíticos só podem ser comercializados mediante a apresentação de receita médica.

O exame toxicológico também detecta a ansiolíticos? 

Assim como outras substâncias psicoativas, o ansiolítico pode ser identificado em exames toxicológicos.

Entretanto, devido à capacidade do exame toxicológico de detectar múltiplas substâncias, é altamente recomendável que, durante a realização do exame, o indivíduo informe ao profissional responsável sobre o uso de medicamentos específicos.

Isso deve ser acompanhado pela apresentação de uma prescrição médica, a fim de comprovar a legitimidade da utilização dessas substâncias para propósitos terapêuticos.

O objetivo primordial dos exames toxicológicos é identificar a presença de substâncias ilícitas, tais como maconha, cocaína, opiáceos, anfetaminas, e outras substâncias de abuso.

Toxicologia Pardini Forense Ocupacional

Onde fazer o exame toxicológico? 

O exame toxicológico pode ser feito nos principais laboratórios do país e não exige nenhum preparo prévio.

Confira as unidades mais próximas de seu endereço! Basta clicar no botão abaixo e selecionar o estado e a cidade, para mostrarmos os principais laboratórios próximo de você.

Logo Opiniões Verificadas

exametoxicologico.com.br é classificado em 4.79 de 5 com base em 9016 avaliações