Precisa refazer seu exame toxicológico? Entenda os principais motivos da recoleta

Precisa refazer seu exame toxicológico? Entenda os principais motivos da recoleta Note : ★★★★★ 4.8 based on 44 reviews
5 1
alt="coleta de cabelo"
Exame toxicológico – Coleta de cabelo para uma nova análise

 

No momento de realizar um exame toxicológico todo cuidado é necessário. Em alguns casos algo pode sair fora dos padrões de coleta, sendo necessário uma nova amostra de cabelos ou pelos (RECOLETA).

Saiba quais são os motivos para uma recoleta:

1. Quantidade insuficiente de amostra. 

Para uma análise precisa e um laudo seguro é necessário uma certa quantidade de material, entretanto pode acontecer de ser coletado menos do que o necessário e com isso não é possível concluir a análise, através da quantidade de cabelo ou pelo do doador. Também não é possível realizar a coleta caso o condutor esteja com os cabelos ou pêlos raspados, frente a isso, o coletor deve esclarecer o procedimento para o doador e solicitar que retorne quando apresentar o volume necessário para a realização do exame.

2. Extravio do material que será analisado.

Em alguns casos, a amostra colhida acaba não chegando até nossa central, sendo por razões diversas: Como assalto ao caminhão que transporta, ou qualquer outro fator como falha no processo de rastreabilidade e perda da amostra do doador.
Quando temos esse tipo de ocorrência é necessário nova amostra

3. Amostra violada, rasurada ou molhada. 

A amostra do condutor deve estar inserida em envelopes próprios, lacrados e inviolada.
Em alguns casos a amostra chega em condições que não estão dentro desse padrão, estando molhada, violada ou rasurada. Nesse caso é necessário nova coleta, onde não apresente condições corretas de coleta.

4. Mistura de material (cabelos com pelos).

Para uma coleta correta só é possível colher um tipo de material para análise. Caso o doador não tenha cabelos no tamanho necessário (3,0 a 3,9) o coletor pode selecionar pêlos corporais, porém, ambos não podem ser misturados, sendo que a janela de detecção de cada um são diferentes.
Se por algum motivo cabelos e pelos se misturarem, o condutor será informado e deverá ser feita uma nova coleta.

5. Sem assinatura nos envelopes das amostras.

As informações necessárias no envelope da coleta são os dados do condutor (nome, assinatura, CPF, data e impressão digital) e deve constar os dados da testemunha e do coletor (nome, assinatura e CPF). Não é possível realizar o exame sem assinaturas e as rubricas necessárias.

Para evitar transtornos e incômodo, atente-se na hora de escolher o laboratório e informe-se sobre quais são os procedimentos para realizar um exame toxicológico seguro. 

Inscreva-se no nosso canal do youtube – Psychemedics Brasil – YouTube

alt="psychemedics-logo-exame-toxicologico"

Avalie essa notícia

Nome
Email
Avaliação

6 respostas para “Precisa refazer seu exame toxicológico? Entenda os principais motivos da recoleta”

  1. Fiz o toxicológico. Mas acusou cocaína, certo. Como se não uso essa substância? Ao fazer os testes, a análise vocês utilizam as duas amostras ( as contra provas), ou não? Pois o biomédico do Laboratório, me disse que se eu quisesse refazer o teste não teria como. E que se pedisse para fazer o teste na contra prova B, eu teria que pagar como um novo exame, 245 $ isso é verídico????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *