Notas & Notícias

A importância dos exames toxicológicos para as empresas

Desde que a Lei 13.103, Lei do Caminhoneiro, foi instituída, no início de 2016, houveram diversas alterações na rotina de trabalho dos motoristas, nos horários de descanso, no transporte de cargas, dentre outras coisas.

Com a sanção dessa lei, tornou-se obrigatória a realização de exames toxicológicos para os motoristas das categorias C, D e E na emissão e renovação de suas habilitações e, também, na admissão ou demissão em empresas transportadoras. Nessa última, estabelecida pelo Ministério do Trabalho pela portaria 116 de novembro de 2015, a responsabilidade do exame é da empresa que deve encaminhar o motorista para a coleta, pagar pelo exame e aguardar o resultado analisado por um médico.

Por que os exames toxicológicos são necessários?

Os exames toxicológicos para motoristas das categorias C, D e E tornaram-se obrigatórios pela no Código de Trânsito Brasileiro e no Ministério do Trabalho porque esses órgãos constataram que grande parte dos acidentes nas rodovias eram causados por caminhoneiros e, principalmente, que esses condutores estariam sob efeito de drogas ou álcool.

O uso de drogas psicoativas, como a maconha, crack, ecstasy, são uma realidade nas estradas brasileiras. Com o intuito de resistir às longas jornadas de trabalho ou trajetos de viagem, alguns motoristas fazem esse consumo, causando, muitas vezes, dependências e acidentes.

Para as empresas, exigir a realização do exame toxicológico, é extremamente benéfico. Em primeiro lugar, os motoristas da transportadora e os outros condutores das rodovias têm menos riscos de sofrerem acidentes, depois, a saúde do condutor é zelada, porque a chance de que ele faça o uso de drogas é reduzida e, por último, é garantida a segurança e cuidado com a carga que está sendo transportada.

Com todas as vantagens listadas acima, você tem um funcionário saudável e um trabalho feito com sucesso, tanto pelo profissional, quanto pela empresa, que faz o transporte da carga de forma correta e, além disso, fica de acordo com as leis de trânsito e trabalhistas.

Como é feito o exame toxicológico?

O exame toxicológico é simples, não exige preparação e é indolor. Você deve encaminhar o seu funcionário a uma clínica para a coleta do material – cabelo, pelos ou unha -, enviá-lo para a análise de larga janela de detecção em um laboratório credenciado pelo DENATRAN e aguardar o resultado que é feito por um médico.

Agora que você já conhece a importância dos exames toxicológicos para empresas, fica mais fácil para regularizar a situação dos motoristas que serão admitidos ou demitidos.Fique atento às nossas dicas e conte com a Psychemedics, líder mundial no segmento!