Motorista de Caminhão: Tudo que você precisa saber sobre o Exame Toxicológico CNH

Desde 2015, quando a Lei 13.103 tornou obrigatório a realização do exame toxicológico de larga janela de detecção, transportadoras, cooperativas e até motoristas profissionais vêm levantando algumas dúvidas sobre esse assunto.

Atualmente, para tirar ou renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D e E, o condutor precisa realizar o exame toxicológico, juntamente com os outros exames já exigidos naturalmente.

Se você é motorista profissional e ainda tem algumas dúvidas quanto ao teste, nesse artigo, vamos te mostrar tudo o que você precisa saber sobre o Exame Toxicológico. Olha só!

Como é feito o exame toxicológico?

O exame toxicológico é um procedimento simples, que não dói e não deixa marcas. Além disso, não há nenhum tipo de preparação para ser feita antes da análise. Na clínica, serão colhidas amostras do seu cabelo, pelos ou unha. São nesses locais que fica a queratina, elemento essencial para o resultado positivo ou negativo do exame.

Para motoristas profissionais, essa é a forma mais assertiva, e que atende as exigências da lei, para saber se o condutor faz ou não uso de drogas ilícitas em sua atividade. O exame de urina, por exemplo, só apresenta o resultado dos últimos dias. Já o exame toxicológico feito a partir de amostras de queratina, mostram os resultados de 3 a 6 meses, dependendo do material coletado, excluindo os dias mais próximos da realização do exame.

Esse método para a realização do exame toxicológico é importante para assegurar o resultado exato sobre o uso ou não de drogas por motoristas profissionais. Afinal, de acordo com a lei, uma pessoa que faz uso frequente dessas substâncias, não conseguiria passar os 90 dias sem utilizá-las.

Quais drogas são detectadas no exame toxicológico

Os motoristas profissionais precisam estar cientes de quais drogas são detectadas no exame toxicológico. De forma geral, as mais conhecidas e utilizadas são pesquisadas no laboratório, com exceção ao álcool que, por não ser ilícito, não entra nessa lista.

Em outro artigo explicamos exatamente quais drogas são detectadas no exame toxicológico
e você pode conferir e você pode conferir em nosso blog. Para adiantar, maconha, cocaína, anfetaminas, ecstasy e opiáceos, são algumas das substâncias pesquisadas no teste.

Por que preciso fazer o exame toxicológico

Como dissemos acima, a realização do exame toxicológico é obrigatório, de acordo com a Lei 13.103 inserida no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em 2015, que constatou que a maioria dos acidentes envolvendo motoristas profissionais de caminhão eram resultado de uso de drogas ou álcool.

De acordo com a legislação, ainda, o uso de drogas seria um método adotado por alguns motoristas para resistir ao sono, ao cansaço e conseguir fazer mais viagens, percorrer trajetos maiores, etc.

Se você é ou vai entrar para o time de motoristas profissionais que precisam realizar o exame toxicológico, conte com a Psychemedics, um dos maiores laboratórios dessa análise no mundo e credenciado pelo DENATRAN.